A PUPA

A PUPA é uma empresa social que desenvolveu uma metodologia altamente eficaz, baseada nos avanços mais recentes da Neurociência, para capacitação de pais, cuidadores e educadores em melhores praticas

Primeira Infância
Primeira Infância

para desenvolvimento humano durante a primeira infância. Desta forma, esperamos contribuir para o desenvolvimento das habilidades cognitivas, motoras, sociais e emocionais durante a fase critica de formação cerebral (0 a 6 anos) de nossas crianças.

Uma empresa voltada para a primeira infância

A PUPA é a primeira startup brasileira focada em educação para o desenvolvimento de crianças na primeira infância, embasada em neurociência e pedagogia.

Os primeiros seis anos de vida são fundamentais para o desenvolvimento das inteligências das crianças. É nessa fase que elas absorvem boa parte do seu entendimento de mundo e fazem conexões que levarão para a vida toda. Nem sempre, entretanto, esse período recebe a atenção que deveria. Babás, cuidadoras, e até mesmo os pais encontram dificuldades para dar à criança de 0 a 6 anos o suporte que ela precisa para enfrentar o futuro e atingir o seu potencial máximo de desenvolvimento. Foi pensando em preencher essa lacuna que nasceu a PUPA.

Trata-se da primeira startup brasileira de educação, focada no desenvolvimento de crianças de baixa renda durante a primeira infância. Concebida como um negócio social, a PUPA oferece cursos e ferramentas para mães, cuidadoras e babás, nos quais ensina como os adultos e mediadores podem estimular o desenvolvimento dos pequenos utilizando cinco pilares: brincadeiras, música e literatura, afeto, saúde e ambiente lúdico e seguro.

“Acreditamos que a verdadeira igualdade de oportunidades só acontece na primeira infância. Por isso queremos contribuir para reduzir as desigualdades sociais ao estimular o desenvolvimento cognitivo, social e emocional”, diz Mary Anne Amorim, fundadora e presidente da PUPA.

Ideia e método

A fundadora da PUPA, Mary Anne Amorim, é mãe de quatro filhos e teve a ideia de criar a empresa enquanto estava à frente da LEGO Zoom, representante exclusiva da Lego Education no Brasil. Lá ela identificou a importância do estímulo e do foco no brincar como meio de construção da inteligência, além de ser uma excelente oportunidade para negócios sociais. Anteriormente, Mary ocupou a presidência do Grupo MSC no Brasil.

A metodologia lúdica única foi desenvolvida por especialistas em neurociência e educação infantil e teve a contribuição da metodologia “Aprender Brincando”, da LEGO. A partir daí foram criados os cursos “Amar É”, para famílias, “Baby Pro”, para babás, e “PUPA Vencer” para mães e cuidadoras de baixa renda. A PUPA também realiza cursos nas empresas, chamado “PUPA Lúdico”, voltado para funcionários.

Como funciona

A PUPA é uma empresa privada com missão social. Apesar de seu foco estar nas comunidades de baixa renda, a startup também oferece cursos e workshops para famílias de alta renda, que subsidiam a formação do grupo anterior, em um modelo de financiamento cruzado. Ou seja, cada curso vendido na alta renda contribui para um curso na baixa renda.

As cuidadoras e mães que fazem o curso aprendem a construir uma “caixa de tesouros”, com materiais de largo alcance utilizados no seu dia a dia e que são transformados em brinquedos para as crianças. Elas também recebem um kit de apoio, contendo um manual da cuidadora, um livro infantil, um CD de música com 26 faixas compostas por Helio Ziskind e um kit LEGO – doado em parceria com a fundação LEGO.

Com o modelo de negócios e uma metodologia de ensino inovadores, a PUPA recebeu financiamento do BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento) através do programa Opportunities for the Majority. O banco ofereceu à empresa uma consultoria completa, na qual fez uma avaliação do mercado e definiu o potencial do negócio.

Por que investir na primeira infância?

90% do desenvolvimento da capacidade cognitiva, emocional e social do ser humano acontece nos primeiros 6 anos de vida.  É um momento crucial para se oferecer igualdade de oportunidade e diminuir o “gap” social.
Siga-nos no Facebook e Instagram